quinta-feira, 17 de maio de 2018

O Fundamento da Unidade


7ª Semana da Páscoa - Quinta-feira
Primeira Leitura (At 22,30; 23,6-11)
Responsório (Sl 15)
Evangelho (Jo 17,20-26)


Divisão e Unidade, bem sugestivo o tema da liturgia de hoje nas proximidades da Solenidade de Pentecostes.

Na primeira leitura, certamente inspirado pela graça, São Paulo de forma extremamente inteligente explora as divisões internas entre os judeus para escapar ileso. O que unia fariseus e saduceus era o ódio, o ódio a Cristo, mas o ódio é incapaz de forjar alianças sólidas, basta acender a fagulha e vem o incêndio. Alianças forjadas em torno de ódios comuns sempre vão terminar em encrenca, é o que ensina a Escritura. Não é vemos também na história? 

Se é assim, em que se deve forjar a unidade? No Evangelho, Cristo ensina-nos: o amor. Só o amor pode unir, mas não qualquer amor, tem de ser o amor em Cristo. Só em Cristo é possível encontrar unidade! Fora dele, não adianta vir com sentimentalismos e boas intenções, não vai dar não...

É uma lição. Uma lição importante, aplicável em muitas áreas de nossa vida, dos relacionamentos afetivos a alianças políticas.


Adoremos a unidade na Trindade e a Trindade na unidade.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Divino Espírito Santo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário