quarta-feira, 23 de maio de 2018

''Não passais de uma neblina que se vê por um instante e logo desaparece''


7ª Semana do Tempo Comum - Quarta-feira
Primeira Leitura (Tg 4,13-17)
Responsório (Sl 48)
Evangelho (Mc 9,38-40)

A primeira leitura de hoje é um soco de realidade e humildade em nossa cara. São Tiago repreende aqueles que seguramente fazem planos para o futuro, sem ter em conta a efemeridade da vida humana: <e agora, vós que dizeis: “Hoje ou amanhã iremos a tal cidade, passaremos ali um ano, negociando e ganhando dinheiro”. No entanto, não sabeis nem mesmo o que será da vossa vida amanhã! Com efeito, não passais de uma neblina que se vê por um instante e logo desaparece. Em vez de dizer: “Se o Senhor quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo”, vós vos gloriais de vossas fanfarronadas. (Tg 4, 13-16a)>; parece até algo bobo, uma expressão, um modo de falar, uma distração passageira...Todavia o apóstolo conservou e perpetuou o conselho por escrito, e o Divino Espírito fez com que figurasse as Sagradas Letras, de modo que não é de maneira alguma algo sem importância. Adequemos nosso vocabulário, e nosso modo de pensar, tenhamos a coragem e a humildade de encarar a incerteza e a brevidade da vida humana. A segurança é uma ilusão, seja para ricos ou pobres, seja para sábios ou tolos.

Que Deus nos ajude a obedecê-Lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário