sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

''Sabeis qual é o jejum que aprecio?''


Sexta-feira depois das Cinzas
Primeira Leitura (Is 58,1-9a)
Responsório (Sl 50)
Evangelho (Mt 9,14-15)

Poucos dias atrás, na Quarta-Feira de Cinzas, realizamos nós o jejum conforme o preceito, entretanto, estranhamente, hoje o profeta Isaías parece pregar contra o jejum. Na verdade, o profeta está nos chamando atenção para a realidade de que o jejum não é um fim em si mesmo, este visa penitenciar-nos por nossos pecados, mas de que adianta isso se persistirmos na vida de pecado? Não deve haver uma cisão entre nossa vida cotidiana e nossa vida religiosa, como se bastasse-nos cumprir algumas obrigações rituais e pronto. Não! Nossa vida religiosa tem de manifestar-se também em nossa vida cotidiana; não basta ser católico apenas nos dias de jejum, nos pórticos da igreja; precisamos estender nossa religião a todos os campos da vida, cumprir fielmente nossos deveres, não só na Igreja mas em nossas famílias, em nosso trabalho, bem como praticar as virtudes, sobretudo a caridade em socorro dos sofrimentos do corpo e da alma afligem o nosso próximo.
Sabeis qual é o jejum que aprecio? – diz o Senhor Deus: é romper as cadeias injustas, desatar as cordas do jugo, mandar ir embora os oprimidos e quebrar toda espécie de jugo. É repartir seu alimento com o esfaimado, dar abrigo aos infelizes sem asilo, vestir os maltrapilhos, em lugar de desviar-se de seu semelhante. (Is 58, 5-7)
Neste tempo quaresmal, aprofundemo-nos nossa relação com Deus, e que nosso jejum e nossa oração tenham como fruto a esmola, a atenção para com as misérias do próximo, sobretudo buscando praticar as 14 obras de misericórdia.

940) Quais são as obras de misericórdia corporais?
As obras de misericórdia corporais são:
1ª Dar de comer a quem tem fome;
2ª Dar de beber a quem tem sede;
3ª Vestir os nus;
4ª Dar pousada aos peregrinos;
5ª Assistir aos enfermos;
6ª Visitar os presos;
7ª Enterrar os mortos.

941) Quais são as obras de misericórdia espirituais?
As obras de misericórdia espirituais são:
1ª Dar bom conselho;
2º Ensinar os ignorantes;
3ª Corrigir os que erram;
4ª Consolar os aflitos;
5ª Perdoar as injúrias;
6ª Sofrer com paciência as fraquezas do nosso próximo;
7ª Rogar a Deus por vivos e defuntos.

Catecismo Maior de São Pio X; Parte V, Capítulo IV: Das obras de misericórdia

Áudio:

Nenhum comentário:

Postar um comentário