sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

''Não amemos só com palavras''


Sexta-feira antes da Epifania
Primeira Leitura (1Jo 3,11-21)
Responsório (Sl 99(100), 2-5 (R/2a)) 
Evangelho (Jo 1,43-51) 

Neste tempo natalício, na proximidade da solenidade da Epifania, estamos lendo a primeira carta do Apóstolo São João; o trecho que hoje lemos é belíssimo e nos traz importantes lições. No início, São João traz-nos a memória o episódio de Caim e Abel, por inveja de suas obras, Caim assassinou Abel. E nós, como lidamos com a tentação da inveja? Sabemos alegramo-nos com os sucessos, com as obras e conquistas de nossos irmãos, ou só temos palavras ásperas, duras, uma crítica amarga e invejosa?

Continua o Apóstolo: <Nisto conhecemos o amor: Jesus deu a sua vida por nós. Portanto, também nós devemos dar a vida pelos irmãos. (1Jo 3, 16) >; o cristão não vive para si, mas para o próximo, por amor a seu Senhor, e deve manifestar isso através de obras concretas: <Filhinhos, não amemos só com palavras e de boca, mas com ações e de verdade! (1Jo 3, 18)>; pois <Se alguém possui riquezas neste mundo e vê o seu irmão passar necessidade, mas, diante dele fecha o seu coração, como pode o amor de Deus permanecer nele? (1Jo 3, 17)>. A necessidade do irmão nem sempre se resume ao bem-estar material, pensemos por exemplo quantos não carecem da sólida e verdadeira doutrina, pensemos concretamente no estado da catequese em nossa paróquia, do coral em nossas igrejas, não podemos nós, ali, manifestar nosso amor e serviço pelo próximo, por amor a Deus?

<Filhinhos, não amemos só com palavras e de boca, mas com ações e de verdade! (1Jo 2, 16)>

Apóstolo São João, rogai por nós!

Nenhum comentário:

Postar um comentário