domingo, 10 de setembro de 2017

A Rússia tem um problema de "Taliban Ortodoxo"?



Após um incêndio criminoso em uma sala de cinema em Ekaterimburgo, os protestos sobre um filme polêmico podem se tornar violentos.
(...)

O incêndio em Ekaterimburgo aconteceu poucos dias depois de um suspeito desconhecido lançar cocktails Molotov em um estúdio usado pela Uchitel. O perpetrador ainda não foi encontrado.

Em 2014, um jornal em Ekaterinburg advertiu sobre a crescente censura religiosa na Rússia. O artigo foi uma resposta a concertos cancelados por bandas ocidentais de heavy metal e protestos contra peças ou exposições com alguma conexão com Jesus. Esses incidentes aconteceram depois de 2013, que introduzam penas de prisão por ofender sentimentos religiosos
(...)

O ano de 2015 viu um pico em tais incidentes. O ministro da Cultura da Rússia despediu o diretor de um teatro siberiano cuja disputa do "Tannhäuser" de Wagner ofendeu a Igreja Ortodoxa Russa. Em Moscou, membros de um grupo ortodoxo dissidente chamado "Vontade de Deus" destruíram esculturas em uma exposição de arte moderna. E em São Petersburgo, uma estátua de Mephisto na fachada de uma casa histórica foi demolida.

(...) A Igreja Ortodoxa em Ekaterimburgo condenou o incêndio criminoso e criticou aqueles que tentam conectar o incidente e a raiva sobre o filme "Matilda" com a população ortodoxa. (...)
Fonte: www.dw.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário