quinta-feira, 27 de abril de 2017

Lições da Ficção: Death Note Dorama


O entretenimento hodierno têm servido tão somente para propagar a ideologias e promover a deformação do imaginário, todavia neste palheiro ora ou outra acaba-se achando uma agulha. Death Note Dorama (2015) é a feliz agulha no palheiro da cultura pop

Baseado na série de mangás homônima, Death Note conta a história do jovem Ligth/Raito Yagami que acaba por encontrar um caderno da morte, caderno este que lhe dá o poder de matar todo aquele de quem o rosto e o nome é conhecido. Light decide usar o caderno para moldar um novo mundo mas, ele encontra um obstáculo a sua frente: o maior detetive do mundo: L

Mais do quem um emocionante thriller policial, Death Note é um duelo filosófico, a luta entre o homem que quer se fazer deus, e aquele que se reconhece criatura. Ligth é um exemplo típico das vítimas das ideologias, aquele que se revolta contra a realidade, e quer submete-la as ideias malucas que têm em sua cabeça usando de todos os meios necessários. 

A Franquia

O mangá criado por Tsugumi Ohba com ilustrações de Takeshi Obata foi publicado inicialmente na Weekly Shonen Jump entre dezembro de 2003 e maio de 2006 e tão logo ganhou outras mídias como um anime produzida pelo estúdio Madhouse, cinco longas metragens japoneses (live action), um livro spin-off  ''Death Note: Another Note Los Angeles BB", o dorama aqui indicado, além de recentemente inspirar um seriado da Netflix (cujo trailer você encontra abaixo).


Embora o pano de fundo, a história seja a mesma, bem como seus carismáticos personagens, em cada uma destas mídias a história ganha contornos e destaques próprios e, algumas vezes, é vítima de felizes e infelizes exercícios de liberdade artística. Para quem não conhece a franquia faço a ousada sugestão: comece pelo dorama. O anime e o mangá são bem interessantes, mas há um tom demasiado sombrio, e certo simbolismo mal conduzido que irrita o homem de Fé.

Os fãs de Death Note (os de entretenimento japonês de modo geral) são bem organizados, de modo que o interessado pode encontrar facilmente praticamente todas as adptações da franquia disponíveis na internet com a devida tradução; salvo o último filme (que está disponível ainda apenas em japonês sem as legendas) e a série da Netflix cujo o lançamento oficial se dará no dia 25 de agosto.

Lições

Mas afinal, além de entreter tem Death Note Dorama têm algo ensinar? Certamente há muitas lições a se tirar desta obra prima da ficção japonesa; primeiramente o valor do desenvolvimento intelectual, L é exemplo imaginário fantástico da grandeza que o desenvolvimento intelectual proporciona ao individuo; em segundo lugar, destaco os efeitos do orgulho: vemos os a queda de Ligth Yagami, mergulhando ainda mais fundo no abismo, se desumanizando cada vez mais. Em tempos de direita maria viatura também é interessante questionamento do jargão "bandido bom é bandido morto"; e por fim, e talvez a lição mais importante (que sempre nos ensinam também os contos de fadas): não importa quanto tempo leve, no fim a justiça sempre vence

Segue o trailer do Dorama:

Nenhum comentário:

Postar um comentário