domingo, 11 de dezembro de 2016

Mais duas notinhas sobre os Maria-Viaturas

1. Não bastasse a sanha eugênica manifesta anteriormente, agora Eduardo Bolsonaro demonstra  suas tendencias abortistas:


Durante muito tempo criou-se na internet certa imagem mítica dos Bolsonaros, que apesar do mérito do combate ao comunismo e ao gayzismo, sempre derraparam e muito em outros pontos políticos fundamentais.

<Mas, temos de tolerar os Bolsonaros como um mal menor, não pode ficar denegrindo a imagem dele vai favorecer a esquerda mimimi...> Tolice! Os católicos devem mostrar e manifestar seu desagrado contra tais posições absurdas do deputado, de modo que ele as renegue ou perca todo e qualquer voto católico, não se negocia com a vida.



2. <O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, diz que há "chance zero" de setores das Forças Armadas, principalmente da ativa, mas também da reserva, se encantarem com a volta dos militares ao poder. Admite, porém, que há "tresloucados" ou "malucos" civis que, vira e mexe, batem à sua porta cobrando intervenção no caos político.>

Como se pode observar nem os próprios milicos levam a sério a paranoia intervencionista dos Maria-Viatura, um bando de <malucos> e não sou eu, blogueiro suburbano que o diz, mas o próprio general comandante do exército. Mas, pela mentalidade tribal daqueles, tanto eu quanto o general seriamos afinal agentes comunistas rsrs.

Que isto baste para acordar os irmãos de Fé presos na coletânea de ilusões dos Maria-Viaturas, que além de serem ridicularizados pelos próprios militares, mostram estar dispostos inclusive a negociar com a vida humana.

Não é o cuturno, a farda ou a viatura que irá salvar o Brasil, mas tão somente a Cruz do Senhor. Rezem o terço e lutem pelo Reinado Social de Cristo, é muito mais útil que resmungar por intervenção militar em CAIXA ALTA. 

Fiquem por fim com essa zoeira marota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário