sábado, 3 de dezembro de 2016

A Sanha Eugenista da Direita Maria-Viatura


Recentemente um velho tweet do Deputado Carlos Bolsonaro tem causado, e com razão, certo alvoroço nas redes. Em menos de 140 caracteres, o “mito” neodireitista manifesta sua mentalidade eugênica e elitista:


A postagem é de 2014, espero que o infeliz em questão tenha deixado de lado tal tolice ignóbil, porém com o ressurgir desta asneira nas redes, e as manifestações em concordância da direita maria-viatura, vale a pena comentar.

Porém, antes de tudo comecemos por definir o que é esta tribinho ideológica que denomino aqui de direita maria-viatura: é um subgrupo dentro da comunidade neodiretista com tendências fascistóides que crê firmemente no poder redentor da violência, e na necessidade de uma ordem autoritária imposta para pôr fim ao caos (cujo alguns atribuem sua origem ao "marxismo cultural", outros ao neoliberalismo, que não são outra coisa senão monstros híbridos marcusianos). Como identificar um membro desta tribo ideológica? Muito simples, normalmente estão a voiceferar um destes jargões: “intervenção militar” ; “bandido bom é bandido morto”; sempre com o tom emocional e o uso imoderado de CAIXA ALTA.

A direita maria-viatura é consumidora ávida de programas policiais sensacionalistas tais quais Brasil Urgente do apresentador Dantena, ou Cidade Alerta do Marcelo "corta pra mim" Rezende e, por conta disso, vive sempre com medo, temerosa de ser assaltada e esquartejada logo ao sair de casa. Movida por este medo, crê firmemente que todo o pobre favelado é um bandido em potencial, e como tal deve ser tratado como um subcidadão. Como uma mocinha apavorada, assim é a direita maria-viatura, sempre a procura do machão estatal para protegê-la. O medo faz com que tais infelizes fechem os olhos para as maiores desumanidades cometidas por aqueles machões que apoiam, tal qual a tortura ou no caso em questão um eugênico controle de natalidade.


Quando vejo as manifestações histéricas destes idiotas lembro-me de uma frase normalmente atribuída a David Rockefeller segundo a qual a nova ordem mundial não será imposta, mas que a população irá clamar por ela. Como assim? Como a população vai clamar por uma tirania global? Ora é muito simples, se semeia o caos de tal modo que as pessoas clamarão por uma ordem autoritária para pôr um fim a este. O medo as deixará confusas e dispostas a abrir mão de suas liberdades em troca de segurança. Não é este o exato roteiro da direita maria-viatura?

***

Agora que já definimos esta legião de idiotas cabe comentar as tolices manifestas no tweet do deputado.

Em primeiro lugar cada indivíduo deve ter a liberdade para ter quantos filhos quiser e isso não é da conta de ninguém, muito menos do Estado. Em segundo lugar o infeliz me associa diretamente a criminalidade com a pobreza, um mito elitista, a criminalidade não acontece por causa da pobreza mas por desvios morais e falta de Deus. Há muito pobre fervorosamente religioso mais honesto que muito mauricinho de terno e gravata. Em terceiro lugar, a lógica de chantagear os pobres com dinheiro é abjeta. Em quarto lugar, o desenvolvimento de tais princípios levariam diretamente ao aborto estatal imposto para reforçar o controle de natalidade: <se o infeliz não tiver X renda, está proibido de ter filhos, se engravidar mesmo assim, vai ter que abortar>. Em quinto lugar, essa birra com o bolsa-família é mais um preconceito elitista, porque reclamar de 300 reais de esmola estatal dado a um pobre coitado ao mesmo tempo em que fica calado diante do bolsa banqueiro dado aos montes a grandes empresários via BNDES, ou diante da abjeta Lei Ruanet a financiar artistas milionários que promovem a lascívia e a promiscuidade?

Enfim, esta direita maria-viatura. tal qual a esquerda que dizem combater, não passa de uma legião de de idiotas uteis a serviço da Nova Ordem Mundial

Nenhum comentário:

Postar um comentário